segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012


Ando cansada. A escola têm ocupado todo o meu tempo. Sinto a minha alma pesada, vazia. Ando ausente do mundo, sempre fui um bocadinho distante, mas nunca o senti como agora. Sempre fui do tipo de pessoa que guarda tudo para si, gosto imenso de ajudar os outros, até á quem diga que o faço bem, mas quando me perguntam a mim como estou a resposta é sempre a mesma, "está tudo bem" ou quando estou um bocado mais em baixo a resposta também é sempre a mesma "está tudo bem, é só sono". Já são praticamente automáticas. Pode parecer que as atitudes das pessoas que me rodeiam não me afecam, mas a verdade é que afetam. Pode parecer que não, mas também tenho sentimentos. Afinal, sou humana. Raramente me vêm a chorar, não é que tenha vergonha de chorar á frente das pessoas, mas não gosto que me vejam mais frágil, mais vulnerável. Por isso, por vezes, antes de adormecer a minha almofada fica molhada, com as lágrimas e a dor que ninguém vê mas que eu sinto.

4 comentários:

  1. Obrigada querida, mas não tem sido nada fácil.

    ResponderEliminar
  2. http://bijuteria-da-m.blogspot.com/2012/02/informacao-iii.html - Participa :)*

    ResponderEliminar
  3. Obrigada, mais uma vez fofinha.
    Há pessoas que não merecem o bem que fazemos, mas a vida é mesmo assim. Ao menos serviu para eu aprender que ao meu lado só tinha uma inimiga.

    ResponderEliminar